Press release

30 May, 11  

Empresa mineira é aprovada na rigorosa seleção “Empreendedores Endeavor”

Endeavor

A Aorta, graças a soluções criativas e crescimento acelerado, agora conta com apoio de rede internacional de empreendedores; Integra Medical e Akyiama também

A mineira Aorta, líder em desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis no Brasil, foi aprovada na última etapa do programa de “Empreendedores Endeavor”, que teve sua fase final em Londres, este mês. Além da Aorta, também passaram com sucesso pelo processo a Integra Medical, de São Paulo, e a Akyiama, do Paraná. “A entrada da Aorta para o seleto grupo de empresários apoiados pela Endeavor dá maior visibilidade a Minas Gerais e serve de inspiração para que outras empresas do Estado, com altíssimo poder de crescimento em escala e diferenciais inovadores, também sejam empreendedoras e alavanquem o desenvolvimento”, comenta o coordenador da Endeavor em Minas Gerais, Rodolfo Zhouri.

Com cerca de 100 aplicativos publicados e mais de 2 milhões de downloads na AppStore, Android Market e App World, a empresa desenvolve soluções completas no ambiente mobile para sua carteira de clientes, que inclui operadoras de telefonia, como a Claro e a Oi, além de agências de publicidade e marcas, como Brahma, Skol, Bradesco, McDonalds, SporTV, GloboNews, Grupo Jovem Pan, Diários Associados, IstoÉ, Folha de S. Paulo e mineradoras, como CSN e Ferrous. Todos os aplicativos são viabilizados tecnologicamente através do PlayMe®, plataforma de publicação de conteúdo multimídia desenvolvida pela Aorta. A empresa produz ainda chips de celular com conteúdo personalizado, como o “chip do Brameiro” criado para a AmBev. Os sócios da Aorta são Gustavo Ziller, Antônio Carlos Soares e Patrick Lisbona.

“A seleção da Aorta foi uma conquista muito relevante para a Endeavor, dada a relevância da empresa e a importância que ela tem no cenário econômico e empresarial”, destaca Zhouri. Segundo ele, os novos empreendedores Endeavor de Minas Gerais e do Paraná já são exemplos do resultado de trabalho da instituição nos últimos meses, com esforços regionais, fora do eixo Rio-São Paulo. “A Endeavor tem boas expectativas com Minas Gerais e espera encontrar mais empresas tão boas quanto a Aorta”, acrescenta.

Novos empreendedores

Criada em 2005 por Luciana Guimarães e Vanessa Vasquez, a Integra Medical oferece orientação para portadores de doenças crônicas como mal de Parkinson, hipertensão, esquizofrenia e câncer. O tratamento dessas enfermidades é longo e exige medicamentos de alto custo, além de alterações na rotina e estilo de vida do paciente. Pensando nisso, Luciana e Vanessa criaram programas que tiram as dúvidas dos doentes e os auxiliam a seguir o tratamento à risca. Entre os serviços oferecidos estão revistas e apostilas, sites informativos, central de dúvidas e orientação domiciliar. Além disso, a Integra conta com um grupo de profissionais especializados (médicos, enfermeiros, psicopedagogos, entre outros), os quais entram em contato periodicamente com os pacientes a fim de monitorar o tratamento. O nível de evasão do tratamento dessas doenças é de cerca de 50%. Com o auxílio da Integra, essa taxa cai para menos de 20%.

Outra empresa selecionada pela Endeavor é a Akiyama, especializada em identificação civil e criminal por meio da biometria. A companhia de Ismael Akiyama transformou o mercado ao possibilitar a coleta de impressões digitais sem necessidade de um papiloscopista (profissional especializado em recolhê-las e analisá-las), de maneira três vezes mais barata e até dez vezes mais rápida que o método convencional. O sistema foi desenvolvido em 2007, quando a empresa – que até então apenas distribuía sistemas de fabricantes internacionais – participou de um projeto do Detran-PR para identificação dos candidatos a carteira de habilitação em auto-escolas. Em pouco tempo, a Akiyama ultrapassou concorrentes como Itautec e Diebold, e passou a prestar serviços para o Governo Federal. Estão sob a coordenação da empresa, por exemplo, o RIC (Registro de Identificação Civil), um dos maiores projetos de cadastramento do mundo; o recadastramento de eleitores através de biometria, projeto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE); e o Torcida Legal, programa do Ministério dos Esportes que cadastrará todos os torcedores brasileiros até a copa do mundo.

Sobre a Endeavor

A Endeavor é uma organização internacional sem fins lucrativos, cujo objetivo é promover o empreendedorismo de alto impacto como solução para desenvolver os países onde atua. Presente em 11 países, a entidade busca empreendedores que revolucionem mercados e que sirvam de exemplo de sucesso para novas gerações de empreendedores. No Brasil desde o ano 2000, a entidade apoia 52 empresas nacionais.

Para fazer parte do grupo de empreendedores apoiados pela Endeavor, o empreendedor passa por uma seleção rigorosa, que inclui entrevistas e apresentações diante dos conselheiros da Endeavor, fundadores de grandes empresas e pesquisadores de instituições como Harvard e Stanford, os quais avaliam o modelo de negócio da empresa segundo critérios como inovação, ética e comprometimento.

“O candidato deve ser, principalmente, um exemplo para a sociedade e uma inspiração para outros empresários”, explica o diretor-geral da Endeavor no Brasil, Rodrigo Teles. “A empresa, por sua vez, deve atingir padrões mínimos de desenvolvimento – com faturamento anual entre R$2 milhões e R$ 50 milhões –, potencial de crescimento e geração de empregos além de espírito inovador. O processo seletivo leva de seis a 18 meses”, completa.